segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Boa tarde Dourado!!!

 Fotos: Ronco - Estância São Vicente

Moradores do Jardim Heliana II, reclamam a falta de água no bairro

Moradores do Jardim Heliana II, em Ribeirão Bonito reclamam da falta de água constante no bairro. "Não sei mais onde reclamar já  tentei de todas as formas e continuamos sem água. Será que o prefeito não tem piedade de nós"?, perguntou uma moradora que não quis ser identificada.

Nas redes sociais, vídeo está sendo postado mostrando dona de casa abrindo torneira e nada da água chegar. O pouco que chega é guardado para as prioridades do dia.

O prefeito Chiquinho Campaner, semana que passou, falou ao Blog do Ronco que a prefeitura já tem os recursos que serão utilizados  na melhoria do abastecimento desse e de outros bairros próximos. Segundo o chefe do Executivo, está dependendo dos técnicos da USP  que estão trabalhando no projeto que será implantado nos bairros onde há o problema da falta de abastecimento de água.

Polícia Ambiental apreende 11 pássaros silvestres em cativeiro em Dourado


A Polícia Ambiental de São Carlos através de denúncia chegou até a residência de dois infratores que criavam pássaros silvestres em cativeiro em Dourado, no último sábado(18). Ao todo foram apreendidos 11 pássaros de várias espécies. Os infratores foram autuados, deverão pagar multas e responderão por crime ambiental.

Após passarem por avaliação de veterinário, os pássaros foram soltos em locais apropriados.

Utilidade Pública - Blog do Ronco


Avisos aos funcionários da Premier Pet, moradores em Ribeirão Bonito, que as cestas básicas da empresa já estão à disposição à Rua Maria Aiello Cândido, mais conhecida como Rua F. 268, bairro Jardim Eliana I.

Unidos de Ribeirão continua os ensaios para o carnaval de rua - edição 2017

A Escola de Samba Unidos de Ribeirão continua ensaiando para a apresentação que fará no carnaval de rua edição 2017. 

O carnavalesco  e orientador do grupo Luiz Américo juntamente com o mestre de bateria Antonio Carlos Manieri, o Dentão e todos os outros ritmistas voluntariamente tem realizado todos os esforços para que seja uma apresentação de primeira qualidade.

O samba enredo “Esplendor, encanto e magia. Sinta o Sol”, já está decorado por todos os integrantes da Unidos de Ribeirão. 

O prefeito Chiquinho Campaner(PSDB), se comprometeu a colaborar com a festa de confraternização do grupo após a apresentação.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Provedor da Santa Casa Moacyr, é submetido a cateterismo em Araraquara

                                     Fotos: Ronco 
Unidade de Emergência do Hospital São Paulo - Araraquara

O provedor da Santa Casa de Ribeirão Bonito Moacyr Nunes da Silva, após receber os primeiros cuidados médicos dos plantonistas na cidade e constatado através de eletrocardiograma que se tratava de infarto, foi imediatamente transferido em ambulância para  Unidade de Emergência do Hospital São Paulo em Araraquara, tendo sido acompanhado pelo Dr. Marcos Baldavira Ferreira.

Moacyr(foto) deu entrada no Hospital consciente, conversando, porém se queixando de dores no peito. Todos os protocolos médicos foram realizados, sendo submetido a um cateterismo onde foi constatado a necessidade de uma angioplastia e  a aplicação de 2 stent em artérias lesionadas para a revascularização do miocárdio. Segundo familiares, tudo correu bem durante a cirurgia.

Após esses procedimentos, Moacyr foi transferido para a UTI - Uniidade de Terapia Intensiva, onde deverá ser acompanhado pelos médicos nas próximas horas para avaliação da evolução do quadro do paciente.
Dagmar Blota(direita) com Cristina Fabbri em Araraquara

O prefeito Chiquinho Campaner(PSDB), solicitou para que Dagmar Blota, fosse até o Hospital em Araraquara, acompanhasse o caso e oferecesse toda a assistência que fosse necessária ao Moacyr e à família.

Provedor da Santa Casa de Ribeirão Bonito está sendo atendido no PS local, com provável quadro de infarto

Informações dão conta de que o Provedor da Santa Casa  de Ribeirão Bonito, Moacyr Nunes da Silva está no PS local e provavelmente teria sofrido infarto.

Médicos estão mobilizados para a transferência imediata para Araraquara. Os primeiros socorros já foram realizados.

Atualizado às 11h36: Confirmado o infarto através de eletrocardiograma.

Moacyr exerceu mandato de vereador em 2007. Como suplente, também ocupou uma cadeira no legislativo da cidade.

Enfim, boas notícias para Ribeirão Bonito...

O Blog do Ronco recebeu  telefonema do prefeito Chiquinho Campaner, com quem conversou demoradamente sobre a situação da cidade
Prefeito de Ribeirão Bonito Chiquinho Campaner(PSDB)

A operação tapa-buracos terá início em Ribeirão Bonito na próxima segunda(20), se o tempo ajudar. De acordo com o prefeito Chiquinho Campaner(PSDB), com quem conversamos na noite de ontem, sexta(17), a prefeitura está resgatando todos os equipamentos que estavam abandonados e que poderão ajudar nesse trabalho para não depender exclusivamente de empresas terceirizadas e contratadas. "Pequenos reparos poderão ser executados pela própria prefeitura evitando gastos desnecessários", disse Campaner.

O chefe do executivo disse que a economia que está fazendo começa a surtir efeito positivo nos cofres públicos e que as contas públicas estão ficando em ordem.

Elogiou o trabalho das merendeiras e da nutricionista Marcelle Elias pelo trabalho que vem desenvolvendo junto às crianças em idade escolar. Aproveitamos a oportunidade para solicitar ao prefeito para que reveja a possibilidade em voltar a servir peixe na merenda, uma vez que as crianças aceitaram muito bem o alimento. Chiquinho Campaner prometeu conversar com a nutricionista e avaliar essa possibilidade. A secretária da Educação Edna Chiavoloni também recebeu elogios pela forma como conduz a pasta. "Estamos dando liberdade para que os coordenadores desenvolvam seus trabalhos e estão me surpreendendo positivamente", disse o prefeito.

Campaner disse que recebeu em seu gabinete sindicalistas do Sismar – Sindicato dos Servidores de Araraquara e Região e entre eles o próprio Marcelo Roldan com quem teve discussão recentemente. De acordo com o prefeito a conversa foi amigável e produtiva.

Falamos ao prefeito que havia muita reclamação da forma como estava se portando com os ânimos exaustados e parecendo extremamente nervoso. Chiquinho concordou dizendo que sabia que a situação da prefeitura não era boa, porém acabou se surpreendendo com uma série de problemas que teve que enfrentar para estancar os gastos e não piorar a situação. do município. "Sergio, agora já podemos visualizar dias melhores, realmente foi muito estressante os primeiros dias de nosso governo, o que nos obrigou a tomar algumas medidas impopulares", disse Chiquinho.

Perguntamos sobre o desabastecimento de água no Jardim Eliana e o anuncio que seria prioridade em seu governo. Campaner respondeu que está cobrando os técnicos da USP para terminar o estudo do projeto para resolver de vez essa situação. "É bom que saibam que a prefeitura já tem o dinheiro em caixa para realizar a obra de melhorias no fornecimento de água daquele bairro, o que é mais importante, porém dependemos do estudo dos técnicos da USP para a realização dos trabalhos", completou.

Quanto a situação dos coletores de lixo e a ampla divulgação que a imprensa deu a esse problema, Chiquinho falou que deverá realizar concurso público ou licitação para a escolha de empresa especializada no trabalho. Ao perguntarmos se o concurso público não iria piorar o índice da folha com pessoal, Campaner disse estar atento a isso e que vai analisar com cuidado a situação.

Perguntamos se segunda-feira de carnaval será ponto facultativo, Chiquinho respondeu que será um dia normal de trabalho como qualquer outro. "Precisamos trabalhar", disse o prefeito.

"Sergio, Ribeirão Bonito vai retomar a condição de melhor cidade da região como foi em um passado distante, e exemplo de boa administração, pode confiar", falou Chiquinho.

Capas da Semana




sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Sindicalista desaprova forma como coletores de lixo de Ribeirão Bonito foram contratados

"Na nossa avaliação o procedimento está totalmente irregular e implica em improbidade para o prefeito e para os gestores que estão envolvidos nisso"
Marcelo Roldan (Foto: Divulgação)

" Para o sindicalista Marcelo Roldan que representa o  Sismar – Sindicato dos Servidores de Araraquara e Região,  a forma como a prefeitura de Ribeirão Bonito contratou coletores de lixo para a cidade, está em total desacordo com o que rege as leis trabalhistas. Roldan diz que mesmo que fosse algum caso emergencial, como por exemplo epidemia de dengue, algum surto que exigisse, ainda assim tinha que se abrir um documento, uma publicação nos atos oficiais do município. Segundo Roldan, essas pessoas teriam que trazer carteira de trabalho e todos os documentos necessários, receberem uniformes com EPIs conforme é exigido para qualquer profissional, seja na iniciativa privada ou no serviço público.

Na nossa avaliação o procedimento está totalmente irregular e implica em improbidade para o prefeito e para os gestores que estão envolvidos nisso", disse Roldan, que ainda alertou:  "A gente imagina que a câmara sendo obrigada a votar alguma coisa referente a isso, tem que ser muito cautelosa, inclusive para não responder junto com o prefeito por essa improbidade".  Prosseguindo o sindicalista disse: "Lamento a assessoria tão ruim que a prefeitura está tendo nesse início de mandato do Chiquinho".

Onde termina o Chico e começa o Francisco???

Sergio Ronco
Acompanho a política de Ribeirão Bonito há muitos anos. E como muitos moradores, eu também já assisti um pouco de tudo na bela cidade que escolhi para viver.

Em 1977 quando vim de São Paulo, a câmara dos vereadores era formada por pessoas influentes da cidade com lideranças representativas, onde era possível assistir a bons debates. Rubenz Godoy, Laércio Pessa, Vinícius Ramos Fabbri e outros. Ah, vereador não ganhava salários, se candidatava quem realmente tivesse interesse em ajudar o município. Nessa época, o jovem Francisco José Campaner tinha apenas 15 anos de idade.

Com o passar dos anos, mudanças significativas ocorreram no plano político. Foram aparecendo novos partidos e novas lideranças surgiram.

Nos anos 80, o jovem Chiquinho Campaner, então com 18 anos foi eleito vereador de Ribeirão Bonito. O mais novo representante do Legislativo do Estado de São Paulo. Devoto fervoroso do político Franco Montouro, foi logo apelidado de “Montourinho”. Não demorou em mostrar à população que estava no cargo pela competência, pela inteligência e pela facilidade da oratória.

Ao longo dos 4 mandatos de vereador, a população acompanhou embates e discursos calorosos proferidos por Chiquinho. Eram comuns colegas de legislativo consultar o parlamentar antes de discussões sobre projetos polêmicos. Participou efetivamente da cassação de dois prefeitos. Emissoras de TV da região elegiam o Chiquinho pela facilidade e clareza em suas explanações.

Uma vez questionado  por mim se não tentaria mais uma vez uma cadeira na câmara, disse: “ No legislativo, nunca mais”.

Tenho a impressão de que no íntimo Chiquinho sempre quis a poltrona de prefeito, estava esperando a oportunidade e a hora certa. Uma fonte me disse que o convite teria partido da Dagmar Blota que junto com outros amigos, se dispuseram a enfrentar as urnas em 2016 para eleger o chefe do executivo.

No dia 19 de novembro de 2015, Chiquinho se filiou ao PSDB. Disse Chiquinho em seu facebook, à época: “Vale destacar que assim como é oposição ao governo federal na esfera nacional, aqui, em Ribeirão, o PSDB é oposição ao grupo que esta a frente da prefeitura há vários anos e vem atrasando o desenvolvimento da cidade. Esta é a primeira vez em 30 anos de vida pública que faço parte de um partido do qual não sou o presidente, mas que estou totalmente de acordo com a ideologia apresentada”

A cidade vivia um momento de descrédito por conta da atuação do prefeito Nenê Forte que  era sistematicamente criticado pela falta de iniciativa e pela pouca experiência política. Nas redes sociais, Nenê era criticado diuturnamente, afinal a campanha estava nas ruas.

Correndo por fora e discretamente Nino Martins vinha crescendo nos bairros e assustando o grupo do Chiquinho. Paulo Veiga ficou no  “vou e não vou”, e acabou  na lanterna, tendo Nino obtido um honroso segundo lugar e o Chiquinho sendo eleito prefeito. Um nome foi de suma importância para o sucesso de Chiquinho nas urnas: Dagmar Blota.

A esperança de dias melhores estava lançada na cidade. Promessas não faltaram para que o apoio estivesse ao lado daquele que sempre sonhou em administrar a cidade.

Em entrevista a este jornalista através da Rádio BJ, ficou claro que a lua de mel com a população poderia durar pouco tempo. “Terei que tomar medidas amargas”, disse Chiquinho, visualizando o que teria que enfrentar para tirar a cidade do marasmo encontrado.

Anunciou o seu secretariado e avisou que os salários baixariam para valores iguais a R$ 1.200,00. O chefe de gabinete foi anunciado, dizendo que se não fosse possível pagar com dinheiro público pagaria do próprio bolso. Sinal de que Chiquinho estava disposto a administrar do seu jeito e modo.

Deixou claro que algumas taxas de serviços seriam majoradas, como caso do fornecimento de água(ainda não alterado), o IPTU para 2018, taxa de coleta de lixo etc. Disse também que faria cortes drásticos nos gastos em geral.

Até aí, acho que a população compreendeu o momento e continuou apoiando as tais medidas amargas.

A mudança de Chiquinho para Francisco

Os cortes tiveram início na área da Saúde com dispensa de médicos e servidores. Sabe-se que Francisco foi duro e intransigente com alguns profissionais médicos e dentistas. Um deles com mais de 15 anos prestando serviços à comunidade.

Centralizou as negociações com fornecedores, garantindo aos cofres públicos uma boa economia, afinal a meta dita pelo chefe do executivo era economizar 35% nos gastos gerais.

Depois disso vieram os cortes da Educação, envolvendo merenda escolar, transportes escolares e bolsa de estudo para jovens.

A coleta de lixo da cidade deixou de ser terceirizada e passou a ser por contratação. Acontece que não houve tempo para concurso público e menos ainda para licitação. Resultado: uma confusão do tamanho da cidade, o que poderá custar caro ao prefeito.

Comentários dão conta que Francisco anda nervoso, gritando e batendo à mesa quando algo não sai do gosto e do jeito dele. Haja vista o ocorrido com sindicalista que esteve com alguns funcionários reunidos na Praça da Matriz. Dizem que perdeu o controle por não aceitar a mediação do sindicato.

Para piorar a situação, dois processos correm na justiça eleitoral, e uma delas ajuizada pelo partido Solidariedade que contesta os gastos durante campanha. O recurso da defesa não surtiu efeito esperado em primeira instância e o processo segue com a convocação das testemunhas de defesa que serão ouvidas no próximo mês de março.

Vejo que o Francisco quer mesmo colocar a cidade nos trilhos, porém da forma dele, afinal é ele quem tem a “caneta”. Por outro lado, a pressa, a afobação, a correria, e a falta de atenção às leis e principalmente a LRF – Lei de responsabilidade fiscal poderá levá-lo a final trágico. Ainda penso que continua com apoio às mudanças, mas para tanto terá que mudar a maneira de agir.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Prefeitura de Ribeirão Bonito continua com coletores de lixo sem registro em carteira

A situação da coleta do lixo em Ribeirão Bonito sob a administração do prefeito Chiquinho Campaner(PSDB), vem acumulando problemas na esfera trabalhista. Desde o início de janeiro de 2017, a coleta de lixo não é mais realizada por empresa terceirizada como vinha sendo feito no governo anterior. Uma vez descontinuado os trabalhos terceirizados, a prefeitura contratou pessoal para essa tarefa sem que os mesmo fossem registrados e sem que tivessem prestados concurso público para tanto. 
Reprodução EPTV

O Blog do Ronco soube que o Departamento Jurídico da prefeitura havia avisado o prefeito Chiquinho desse problema desde o início, uma vez que a prefeitura não poderia pagar pelos serviços prestados sem o devido registro. Na ocasião a prefeitura se defendeu dizendo que se tratava de voluntários que receberiam uma gratificação pela tarefa.

Acontece que passados 47 dias, a situação continua a mesma, ou seja, sem que os trabalhadores fossem registrados, sem o fornecimento dos equipamentos adequados exigidos por lei, e o pior, sem pagar os trabalhadores como diz um deles à EPTV.

A saída que a prefeitura tem, é o quanto antes realizar licitação e voltar aos serviços terceirizados, uma vez que se for por concurso público, haverá uma grande chance de extrapolar os valores permitidos com gastos com pessoal. Pela LRF - Lei de Responsabilidade Fiscal, as prefeituras podem gastar, no máximo, 54% da receita corrente líquida com pessoal. A mesma lei prevê que, quando o município atinge o chamado limite prudencial, de 51,3%, fica impedido de conceder aumentos, reajustes ou adequações de remuneração. Pelas informações colhidas, hoje a folha está na casa dos 49%, bem próximo de acender a luz vermelha de alerta. Caso venha a decidir por concurso público, os trabalhadores da coleta de lixo passarão a integrar a folha de pagamentos, onerando de forma sistematicamente o limite prudencial.

Se o valor ultrapassar o limite, o prefeito poderá responder por Improbidade Administrativa, isso se não houver entendimento de que a improbidade já está caracterizada.

O prefeito Chiquinho Campaner, não atendeu ao pedido de explicação do repórter da emissora, dizendo que não se tratava de assunto para o prefeito responder. O advogado da prefeitura Leandro de Almeida Prado foi quem atendeu a reportagem. Segundo a  EPTV, a Delegacia Regional do Trabalho de São Carlos já está avisada e procederá uma investigação sobre o caso.
É a segunda vez que a  EPTV, afiliada da Rede Globo, vem a Ribeirão Bonito pautada pela coleta de lixo da cidade.
Veja a matéria da EPTV AQUI                            Reprodução EPTV

Recordar é viver....

Carnaval em Ribeirão Bonito - Foto: Ronco

Rápida: Carlos Veloso poderá ser o novo Ministro da Justiça

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Membro da AMARRIBO conversa com empresários de São Carlos

Josmar Verillo conta um pouco de sua trajetória profissional a empresários saocarlenses
Grupo que participou de palestra proferida pelo empresário Josmar Verillo

Na última segunda-(13), o empresário e presidente do conselho de administração da Amarribo Josmar Verillo participou de um evento com cerca de 30 jovens empresários da cidade de São Carlos.

Eles queriam ouvir sobre a experiência profissional do executivo que presidiu grandes empresas como a Klabin, Alcoa, Bahia Pulp, Grupo Tonon, e Grupo Kyly,  e é proprietário do Santa Eliza Eco Resort em Ribeirão Bonito.

A reunião foi realizada na seda da empresa Arquivei, na Av. Carlos Botelho, que tem menos de 5 anos de existência e já conta com 60 funcionários. A empresa atua na área de gerenciamento de documentos fiscais, e conta com grandes clientes em seu portfólio.

Por duas horas, o grupo  ouviu as experiências, os sucessos, as frustrações, e as principais lições de vida aprendidas na longa jornada profissional de Verillo. Foram muitas perguntas bem formuladas, que revelaram o grau de maturidade dos jovens, e o grande interesse em aprender as lições de quem já viveu uma experiência variada em diversos ramos de atividade.

Atualmente, além de conduzir o Santa Eliza, Verillo participa dos Conselhos de Administração da Cia Muller de Bebidas (51), do Grupo Nasa em Goiania, e da Cipalam em Ipatinga.

Foto do Dia

Estância São Vicente - Dourado
Foto: Ronco

Furtos em Ribeirão Bonito tem assustado moradores

Os furtos que ocorreram em Ribeirão Bonito nos últimos meses é assunto que deixa a população amedrontada. Por três vezes um posto de serviço bancário é assaltado, e o pior, com muita facilidade. A forma é sempre a mesma, dois ocupantes de motocicleta agem juntos em ação que não leva mais que poucos minutos. Armados, um aguarda na rua com a moto ligada, o comparsa desce e assume o assalto. 

Com dinheiro em mãos, sobe na garupa e pronto, mais uma vez a operação surtiu o esperado pelos bandidos.

Furtos em residencias também ocorreram na cidade, como foi o caso de ontem em uma casa no Jardim Morumbi, onde informações dão conta de que os ladrões levaram o que puderam.

Cada vez mais, o cidadão está ficando acuado e com receio de que a próxima vítima poderá ser ele. Conversando com um proprietário de uma empresa de câmeras de segurança da região, disse ao Blog do Ronco que em Ribeirão Bonito nos últimos meses os pedidos para instalação desse equipamento triplicaram em sua loja.

O policiamento realizado pela Policia Militar poderia ser mais efetivo caso houvesse a "Operação Delegada". Por hora a atual administração ainda não deu sinal verde para essa ação, porém, foi dito que uma guarda municipal será montada para auxiliar a PM.

Enquanto isso não acontece, a população continua com medo e assustada.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Juiz não acata defesa da chapa Chiquinho/ Nanado de intempestividade em processo movido pelo "Solidariedade"

Chiquinho Campaner e Nanado

O Juiz Eleitoral da Comarca de Ribeirão Bonito, Victor Trevizan Cove se manifestou através de ofício ontem, segunda(13), diante da defesa da chapa eleita no último pleito municipal de outubro em Ribeirão Bonito, Chiquinho Campaner(PSDB) e Nanado(DEM), com relação à ação movida pelo partido Solidariedade, que contestou a prestação de contas de campanha da dupla. O processo tramitava em segredo de justiça e foi "levantado" pelo Dr. Trevizan no dia 24 de janeiro de 2017.

No parecer, Victor Trevizan Cove, desarma a defesa da chapa Chiquinho/Nanado, que defendia a intempestividade do processo, ou seja, que a denúncia estaria fora de prazo legal.

O Juiz Trevizan rejeitou a preliminar de intempestividade defendida pelos réus, citando o artigo e a Lei que provam que o Solidariedade agiu dentro do prazo.

Para tanto, Trevizan convoca as testemunhas da defesa para oitiva, independente de intimação, para audiência marcada para o próximo dia 14 de março de 2017, no fórum local.

Veja abaixo a manifestação do Juiz Victor Trevizan Cove:
Rejeito a preliminar de intempestividade arguida pelos réus, uma vez que o art. 30-A da Lei 9504/97, com redação dada pela Lei 12.034/2009, fixa de forma expressa o prazo de 15 (quinze) dias a contar da diplomação para ajuizamento da demanda, o que é confirmado pelo art. 22, §1º, da Res. TSE 23.462/2015. 

Referida alteração legislativa foi implantada com o fito de se afastar a celeuma que havia sobre o lapso para sua propositura, uma vez que a redação do dispositivo, originalmente inserido pela Lei 11.300/2006, não trazia essa previsão, o que levou à diversas decisões que estabeleciam prazos diversos, entre elas a citada manifestação do TSE, que então apontava 10 (dez) dias para o ajuizamento.

Designo audiência para o dia 14 de março de 2017, às 16 horas e 45 min, a ser realizada na sala de audiências do Fórum da Comarca de Ribeirão Bonito, sito na Rua Governador Pedro de Toledo, nº 231, Centro, para oitiva da testemunha arrolada pelos réus, que deverá comparecer independentemente de intimação.

Forçoso reconhecer a preclusão do direito do autor em produzir prova testemunhal, uma vez que o rol deveria ter sido apresentado com a exordial, o que não se deu (art. 27, §1º, da Res. TSE nº 23.462/2015). 
Int. 
Ribeirão Bonito, 13 de fevereiro de 2017. 
VICTOR TREVIZAN COVE 

Fonte: TRE-SP

Veja AQUI a matéria do processo movido pelo -partido Solidariedade.